Quem sou eu

Minha foto
Maceió, AL, Brazil
Auditor-Fiscal do Trabalho

sábado, 5 de março de 2011

Vídeo-Aula 13 / CIPA [3]

Finalmente a 4ª e última aula sobre a CIPA!!
Nesse nosso encontro abordaremos, como prometido na última Vídeo-Aula, o Processo Eleitoral.

Peço desculpas pela extensão do vídeo, mas é um assunto que requer bastante atenção e me senti na obrigação de detalhá-lo o  máximo possível.
Mas prometo que, na medida do possível, as novas vídeo-aulas terão em torno de 5, 6 minutos novamente!!
(assim eu espero!!)

Para não me alongar ainda mais, segue o link com o YouTube (para uma melhor visualização do vídeo, clique no canto direito inferior da imagem):


E para quem quem quiser uma planilha com sugestões de datas de convocação das eleições, da formação da Comissão Eleitoral, divulgação de edital de inscrição, divulgação de lista de candidatos e dia de votação, tudo tendo como referência o último dia do mandato atual, é só clicar AQUI e fazer o download.

O meu obrigado a todos.
Fiquem com Deus!!

E até a próxima Vídeo-Aula!!

*****

Um recado importante a quem pretende fazer concurso público: NÃO aconselhamos que nosso blog, site e vídeo-aulas sejam usados como ferramentas de estudo para esses tipos de provas, ok?
Eles têm por objetivo apenas a divulgação do lado prático das NR's.
O Edital sempre deve ser obedecido à risca e, certamente, nosso material não constará entre o Conteúdo Programático.

*****

10 comentários:

  1. Muito bom! Muito util, sanou várias dúvidas sobre o processo eleitoral, como fúncionario em exp, ou em aviso, nos cursos tinhamos que ter professores Com a visão que você tem.

    ResponderExcluir
  2. Fabio,
    fico feliz que tenha gostado.

    Realmente esse tipo de abordagem o pessoal não costuma fazer. Acredito pq seja tudo baseado em jurisprudência, mas até que faz sentido, concorda?

    Uma vez que, tanto em aviso prévio quanto em período de experiência, o trabalhador não tem garantido o seu "contrato de trabalho por prazo indeterminado", não há que se falar em estabilidade motivada pelo cargo de ciperio - esse trabalhador já sabe que vai sair (aviso) ou não sabe se vai ficar (experiência).

    Pelo menos a maioria das decisões judiciais tem apontado nessa direção.

    Abços e obrigado!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Alexandre,

    Em relação ao ítem 5.6.4, esse responsável possui suplente e estabilidade?

    Outra dúvida, se uma empresa é contratada e o serviço prestado é no estabelecimento da contratante, mesmo que seja por exemplo 01(um) funcionário, este terá que ser designado responsável para o cumprimento da NR-05?

    Atenciosamente

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde!!!
    Parabéns pela iniciativa...são fã do seu blog meu curso de tst ficou muito mais facil com sua ajuda...

    obrigada mesmo

    kelly
    tst jaragua do sul - SC

    ResponderExcluir
  5. Doering,

    como diz o item 5.8, "É vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa do empregado ELEITO". Logo, o designado não tem estabilidade.

    E como ele não tem estabilidade, não há que se falar em 'suplente do designado', visto que ele pode, a qualquer momento e a critério do empregador, ser substituído.

    Ficou claro agora??

    Grande abço!!

    ResponderExcluir
  6. Kelly,

    eu é que agradeço pelo seu comentário.
    Mas tenha certeza de que quem mais aprende com esse vídeos sou eu.

    Abços e até breve!!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado Alexandre!!

    Ficou claro sim

    ResponderExcluir
  8. sabino, é um prazer ouvir você. estou terminando o curso tst e com a sua ajuda não tem como ter dúvidas.muito obrigada.Beém-Pará

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o vídeo....Aprendi e muito!

    ResponderExcluir